Eleições

europeiasy

OBJECTIVOS DA CANDIDATURA DO POUS

1. Divulgar o combate dos militantes que têm estado ligados no Movimento pela Retirada do Memorando da Troika (MRMT) a defender a independência das organizações sindicais – face às instituições da União Europeia e do FMI – como condição para a realização da sua unidade com os trabalhadores que representam e derrotar a política de destruição das conquistas do 25 de Abril.

2. Abrir a perspectiva, partilhada com estes mesmos militantes, de formação de um Governo que rompa com as instituições da união Europeia e com o FMI, e ajude a construir as bases de uma União Livre de Nações Soberanas da Europa, sem explorados nem exploradores.

3. Alargar a rede destes militantes, procurando construir um agrupamento a nível nacional, contribuindo para que sejam removidos os obstáculos políticos que impedem que o movimento dos trabalhadores possa fazer valer os seus objectivos de reposição dos salários e das pensões, de acabar com o trabalho precário, de pôr fim ao processo de privatizações, etc.

Intervir tendo como base este eixo político, aproveitando a campanha eleitoral, é rejeitar na prática todas as instituições da União Europeia e mostrar como todas elas – incluindo o chamado “Parlamento” Europeu – constituem um dispositivo supranacional posto de pé para tentar prolongar a desordem e o caos provocados pela sobrevivência do sistema capitalista.

ARQUIVO DA CANDIDATURA DO POUS

Plataforma política POUS
Entrevista a Carmelinda Pereira
Comunicado do POUS – Apresentação da Lista
Comunicado do POUS – Lançamento da candidatura
Notícia da Agência Lusa – Lançamento da candidatura do POUS
Comunicado do POUS – Balanço das Eleições Europeias
Panfleto de campanha do POUS

Anúncios