França: Violência e repressão contra os coletes amarelos

Coletes amarelos

Desde 17 de Novembro e o começo da mobilização dos coletes amarelos, foram detidas cerca de seis mil pessoas. Só em Paris, mais de metade dessas detenções terminaram com uma libertação sem provas, o que mostra a arbitrariedade com que actua o Governo.

Já foram contabilizados mais de dois mil feridos, havendo entre eles mais de cem graves. Alguns ficaram mutilados para o resto da vida, principalmente em consequência de disparos à queima-roupa com balas de borracha. Dezenas de manifestantes perderam um olho, outros uma mão…

Quem é responsável por esta violência? Quem a utiliza para tentar fazer recuar a imensa cólera que se expressa em todo o país?

Quem senão o governo de Macron que, desde há dois meses, a cada manifestação põe o país em estado de sítio?

Quem a não ser esse Governo, que afirma querer manter integralmente as suas orientações e que pretende responder às exigências democráticas e sociais de milhões de trabalhadores com um “grande debate”, cujo único objectivo é que todos – partidos, representantes eleitos e organizações sindicais – se associem à tentativa de salvamento de um Regime e de uma política inteiramente ao serviço do capital financeiro?

Mais que nunca, dois campos estão em confronto.

Por um lado, um Governo em crise, fragilizado mas procurando continuar a sua política de destruição de todas as conquistas operárias em benefício do capital financeiro.

Por outro lado, a imensa maioria que diz: “Basta!”

 Correspondente francês do POUS

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s