Manifestação em Budapeste contra a reforma do Código do Trabalho

manif_hungria

A 19 de Janeiro, em Budapeste, teve lugar uma manifestação – organizada pelos sindicatos, associações e grupos políticos – com milhares de manifestantes, contra o regime autoritário do Primeiro-ministro, Orban, nomeadamente contra a sua reforma do Código do Trabalho.

À cabeça uma bandeirola dizia: “Basta!”. Havia muitos estudantes presentes com outra bandeirola: “Os estudantes juntos com os trabalhadores, abaixo a Lei da escravatura!”. No final da manifestação foi proposto, na tribuna, que os sindicatos apelem à greve e à manifestação, a 14 de Março.

Esta reforma do Código do Trabalho prevê um aumento do número de horas extra que os empregadores podem exigir anualmente, com o limite de horas suplementares a passar das anteriores 250 horas para 400.

A 8 de Dezembro de 2018, a Confederação Nacional dos Sindicatos Húngaros (MASZSZ), tinha organizado um protesto, também em Budapeste, exigindo a retirada do projecto de Lei, que foi adoptado pelo Parlamento húngaro a 11 de Dezembro.

O dirigente desta Confederação, Laszlo Kordas, considerou que a Lei “ataca uma parte importante da sociedade” e que com ela “os empregados serão obrigados a trabalhar mais 50 dias por ano”.

Gyorgy Kalman, de 47 anos, empregado na indústria automóvel que se deslocou da cidade de Gyor para participar nessa manifestação, disse à Agência France Press: “São os salários que devem ser aumentados, e não as horas suplementares”.

Pelo seu lado, o Governo defendeu a reforma, considerando que permite a quem quer trabalhar e ganhar mais fazê-lo sem barreiras burocráticas.

Segundo uma sondagem do Instituto Policy Agenda, feita em vésperas da votação dessa Lei, 83% dos Húngaros eram contra ela.

Na Hungria, a resistência aprofunda-se contra Orban e as medidas do seu Governo.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s