Ainda sobre a greve dos funcionários públicos

Escola_fechada1

Apesar das Direcções dos sindicatos dos professores, dos enfermeiros e dos médicos não terem apelado à greve, houve centenas de escolas e de centros hospitalares que encerraram.

Após a greve dos trabalhadores da Administração Pública, o ministro das Finanças, Mário Centeno veio reafirmar que, até 2019, não se prevê qualquer actualização das tabelas salariais (dos funcionários públicos) e que “o descongelamento das carreiras será muito faseado”.

Quem permite que o ministro das Finanças aja deste modo? Leia aqui a Nota sobre a greve que enviámos para ser publicada em Informations ouvrières – Informações operárias, o semanário do Partido Operário Independente, de França.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s