França: Os patrões reafirmam as suas exigências

Paris

No cartaz está escrito,
“Nem pátria, nem patrão,
nem Le Pen, nem Macron”.

Traduzimos um novo artigo, da autoria de Yan Legoff, publicado em Informations ouvrières (Informações operárias), semanário do Partido Operário Independente (POI), no seu nº 451 (3 de Maio), que mostra como o grande patronato francês encara os dois candidatos à segunda volta da eleição presidencial (leia aqui).

 

Anúncios